O determinante papel da nutrição magistral na genômica nutricional

A evolução do conhecimento sobre a saúde permitiu um acentuado avanço na compreensão de qual forma o organismo atua e interage com o ambiente externo. Atualmente é possível entender como determinada doença manifestou-se através da identificação de genes e sua interação com variados fatores ambientais, envolvendo a alimentação.

A ciência da genômica nutricional explica de que forma os nutrientes são capazes de interagir com o genoma humano. Os eventos epigenéticos estão correlacionados com a adaptação estrutural de regiões cromossômicas, a fim de registrar, sinalizar ou perpetuar a atividade da expressão gênica envolvida na diferenciação celular, desenvolvimento embrionário e fetal, além de todo o ciclo da vida.

Estudos apontam que os nutrientes e compostos bioativos são reguladores-chave dos eventos epigenéticos aumentando o desafio do nutricionista em prescrever uma dieta individualizada, a fim de potencializar os resultados do paciente.

Com isso, a nutrição ou suplementação magistral vem ganhando cada vez mais destaque no atendimento em consultório. Definido como um conceito inovador, o termo nutrição magistral foi desenvolvido para ampliar a prescrição clínica com a manipulação de fórmulas personalizadas destinadas para o tratamento e a prevenção de doenças.

Entre as vantagens desse tipo de suplementação, encontram-se: a otimização do tratamento dietoterápico e estético, a associação de vários nutrientes e compostos bioativos em apenas um suplemento, tornando-o mais completo e individualizado, a vantagem de escolher o melhor veículo de acordo com a referência e necessidade do paciente, como cápsulas, sachês, pastilhas, xaropes.

É possível personalizar a prescrição com ativos específicos para determinada desordem estética, como a eficácia já comprovada do melão de cantaloupe (Cucumis melo L. clipper) na lipodistrofia ginoide, por possuir alta atividade antioxidante por estimular potentes antioxidantes endógenos que proporcionam ação lipolítica, anti-inflamatória e prevenção de fibrose, atuando em todos os principais fatores que levam a formação da celulite.  Para o auxílio no peso corporal o fruto do cacto Opuntia fícus-indica, também conhecido como Figo-da Índia, no qual apresenta uma composição única em vitaminas, minerais, lipídeos, aminoácidos como cisteina e taurina, antioxidantes, como glutationa, flavonoides, entre outros compostos fenólicos que atua no gerenciamento de peso, através da ação diurética e antioxidante. Para o aumento da resistência e da espessura dos cabelos e unhas encontra-se ativos como ácido ortossilícico na sua forma altamente biodisponível estabilizado em colina que age na estruturação mecânica e a redensificação da pele, além de aumentar a compactação da queratina, aumentando a espessura do cabelo e a resistência à fragilidade das unhas.

Esse conceito inovador pode ainda atuar em diversos segmentos, além dos benefícios da suplementação magistral nas desordens estéticas. De forma individualizada, os profissionais podem prescrever fórmulas para auxiliarem na prevenção e em tratamentos clínicos, melhora da performance esportiva e estratégias para vitalidade, bem-estar e qualidade de vida.

 

REFERÊNCIAS

PASCHOAL, V.; et al. Suplementação Funcional Magistral. São Paulo: VP, 2009.

PUJOL, A. P. Nutrição Aplicada à Estética. Rio de Janeiro: Rubio, 2011.

BRUNO, L; CASTRO, R. Alvos genéticos e epigenêticos: Estratégias nutricionais eficientes. São Paulo: PoloBooks, 1 ed, 2017.

LEMAIRE, B. et al. Étude clinique d’une SuperOxide Dismutase de melão natural e bioativa (SOD B Dimpless®) sobre a celulite. Phytothérapie, Paris, v. 14, n. 1, p. 23-28, 2016.

AGUILAR, F. et al. Choline-stabilised orthosilicic acid added for nutritional purposes to food supplements. The EFSA Journal, v.948, p. 1-23, 2009.

BOGUSZEWSKA-CZUBARA, A.; PASTERNAK, K. Silicon in medicine and therapy. J. Elem, p.489–497, 2011.