A suplementação na estética está relacionada com uma dieta equilibrada e diversificada que preencha o gasto de energia, com isso, visando evitar a deficiência de micronutrientes eliminados durante o exercício físico, para que este traga benefícios saudáveis à saúde e manutenção do organismo. O suplemento deve ser acrescido à dieta para complementar os nutrientes faltantes pelo consumo alimentar, como proteínas, aminoácidos, carboidrato, vitaminas, minerais, ácidos graxos essenciais, compostos bioativos e antioxidantes.

Na busca pelo corpo almejado, os suplementos se tornam eficientes aliados na nutrição esportiva e estética, isso porque, na sua maioria, são práticos de consumir e otimizam o resultado do exercício e da alimentação.

Suplementos como whey protein e proteína favorecem o processo de emagrecimento e hipertrofia, pois, além de auxiliarem em uma adequada síntese proteica e balanço energético após o treino, atuam no ganho e recuperação muscular, contribuindo para músculos firmes e sadios. A utilização de aminoácidos de cadeia ramificada, os BCAA ̶ leucina, valina e isoleucina ̶ está associada com a redução dos danos musculares, pois promove a síntese proteica muscular e estimula a produção de glutamina pós-exercício.

A glutamina atua na melhora da reposição de glicogênio muscular, dessa maneira, auxiliando na recuperação pós-exercício e no fortalecimento do sistema imunológico. Promove, também, a melhora na permeabilidade intestinal, com isso, contribuindo para uma microbiota intestinal equilibrada pelo crescimento de bactérias benéficas, como consequência, tem-se maior absorção de vitaminas, minerais e antioxidantes, nutrientes necessários para a saúde, uniformidade e beleza da pele.

O colágeno hidrolisado se tornou um dos suplementos mais procurados na estética, isso devido às suas características e ação funcional no tecido. Contribui com a integridade estrutural dos tecidos em que está presente, favorecendo a elasticidade e firmeza da pele. Auxilia na prevenção da saúde das articulações e, ainda, pode ser utilizado em tratamentos de lipodistrofia ginoide, estrias e hidratação da pele.

Ácidos graxos como ômega-3 são fortes aliados na nutrição esportiva e estética, pois, além de atuarem como antioxidantes no combate aos radicais livres, compostos produzidos em excesso durante o exercício, agem como anti-inflamatório no controle dos níveis de colesterol e triglicérides, contribuindo para a prevenção e tratamento de acúmulo de gordura e doenças crônicas, como obesidade.

Os compostos antioxidantes, como polifenóis, betacaroteno, vitaminas A, C e E, minerais, zinco, selênio, entre outros, também, são indispensáveis para a estética no esporte. A vitamina C, por exemplo, atua na síntese de colágeno, fortalece o sistema imune, combate os radicais livres e age na síntese de gordura. O zinco está envolvido na síntese proteica, no metabolismo da insulina e no combate aos radicais livres.

É possível concluir a ação de alguns suplementos na nutrição esportiva e estética e observar benefícios de diversos nutrientes e compostos bioativos que favorecem não somente a performance e saúde, mas, igualmente, a aparência e o bem-estar.

Referências:
PUJOL, A. P. Nutrição Aplica à Estética. Rio de Janeiro: Rubio, 2011.
PASCHOAL, V.; NAVES, A. Tratado de Nutrição Esportiva Funcional. São Paulo: Roca, 2014.