Sustentar a saúde emocional por meio de escolhas alimentares saudáveis é algo cada vez mais buscado pelas pessoas em seus estilos de vida. A relação entre comida e humor, o conceito chamado de Mood, se destaca como algo de interesse por parte dos pacientes, que estão escolhendo alimentos capazes de despertar sensação de bem-estar e que ajudem a aliviar o estresse, diminuir a ansiedade, relaxar e estimular a disposição no dia a dia.

Nutrientes e comprovações científicas
Essa categoria atua como uma oportunidade para indústrias e empresas trazerem alternativas saudáveis para a rotina do consumidor, de acordo com análise realizada pela Mintel (2018). Os alimentos possuem nutrientes que agem, de acordo com comprovações científicas, na saúde psicológica. Dentre eles, pode-se destacar micronutrientes como magnésio, vitamina C, vitaminas do complexo B (tiamina, niacina, vitamina B6, biotina, folato e vitamina B12), além de aminoácidos como triptofano e fitoquímicos antioxidantes.

Triptofano e funções cerebrais
O triptofano representa um componente essencial para o funcionamento do cérebro, graças ao seu papel como precursor da produção de neurotransmissores serotonina (5-hidroxitriptamina). Em situações clínicas onde há ativação crônica do sistema imunológico, o alto catabolismo leva à redução dos níveis de triptofano, condição que afeta as funções cerebrais e pode levar ao chamado humor depressivo, por conta da redução da disponibilidade de serotonina.

Sinalização inflamatória
Uma revisão feita por Strasser et al. (2016) avaliou estudos in vitro com células mononucleares de sangue periférico estimulado por mitógeno. Os resultados observados mostraram que diferentes fitocompostos, como polifenois e vitaminas, podem interferir em cascatas de sinalização inflamatória, especialmente do triptofano. Esses compostos são capazes de aumentar a concentração de triptofano no sangue e no cérebro, elevando-se, assim, a síntese da serotonina.

Chocolate: o campeão
O equilíbrio é a chave da nutrição integrada e sustentável e isso se aplica a prescrição de alimentos que afetam o humor. O chocolate, representante da categoria de alimentos com maior concentração de triptofano, é um dis itens mais presentes no cardápio dos pacientes. Segundo o relatório Mintel’s Desserts & Sweets Consumption Habits – Brasil, em 2018, 34% dos consumidores escolhem sobremesas e doces para melhorar seu humor.

O papel do nutricionista, nesse sentido, é garantir a presença de comidas para o humor nutricionalmente equilibradas e estimular o interesse dos pacientes em experimentarem novos alimentos que possam também gerar o conforto e bem-estar.

REFERÊNCIAS

STRASSER, B. et al. Mood, food, and cognition: role of tryptophan and serotonin. Curr Opin Clin Nutr Metab Care., v. 19, n. 1, p. 55-61, jan. 2016.

MINTEL. Brazil Dessert And Sweets Consumption Habits Market Report, 2018. Disponível em: < https://store.mintel.com/brazil-dessert-and-sweets-consumption-habits-market-report>. Acesso em: 10 jan. 2020.