O processo de envelhecimento desencadeia diferentes alterações fisiológicas, incluindo mudanças na coloração e estrutura dos fios capilares. O fenômeno conhecido como canície é caracterizado pelo aparecimento de cabelos brancos, que pode acometer até mesmo pessoas mais jovens. Ele acontece devido à falta de formação de melanina, pigmento responsável pela coloração dos fios.

Após os 40 anos de idade é possível verificar a perda de 20% a 30% da atividade dos melanócitos do bulbo capilar, condição que gera o enfraquecimento progressivo dos fios e a mudança de coloração. Ainda, é possível destacar que o excesso de estresse oxidativo gerado por hábitos inadequados de alimentação, tabagismo e exposição exacerbada à radiação solar pode resultar no desenvolvimento precoce de cabelos brancos.

O envelhecimento capilar acontece gradualmente, da mesma forma que o envelhecimento da pele. A semelhança entre eles é de que ambos sofrem influência dos fatores extrínsecos citados anteriormente. É possível observar, em termos de mecanismos fisiológicos, a perda de densidade, espessura a carência do pigmento de melanina nos fios, ocasionando o seu embranquecimento. A canície é e a despigmentação dos cabelos que acomete as pessoas após a terceira década de vida, mas que pode surgir antes dos 20 anos de idade, como uma condição genética e hereditária. Mais de 50% das mulheres tendem a ter cabelos brancos até os 50 anos, de acordo com estudos sobre a canície.

O estresse oxidativo é um dos fatores de risco para acelerar o processo do envelhecimento do cabelo em razão da produção de radicais livres das reações celulares que se potencializa. Esse desequilíbrio provoca deterioração progressiva das estruturas celulares, resultando no fenótipo de envelhecimento. A modulação alimentar é essencial para prevenir ou minimizar esses efeitos, principalmente, no aporte adequado de vitaminas antioxidantes, como A, C e E, presentes, em grande escala, nos alimentos de origem vegetal e que atuam na redução do estresse oxidativo.

Pensando na suplementação com nutracêuticos para a estética, quando falamos em nutrição para cabelos, o primeiro composto que merece atenção é o silício. Oligoelemento que desempenha um papel estrutural graças à sua deposição contínua nos fios capilares e nas proteínas do tecido conjuntivo envolvidas na estrutura dos cabelos, como queratina e colágeno. As condições fisiológicas comuns da senescência desencadeiam mudanças significativas na absorção do silício, o que provoca alterações indesejáveis na saúde dos cabelos.

Por sua vez, a nutrição magistral também é aliada na conduta nutricional para prevenir o envelhecimento e enfraquecimento dos cabelos. Diferentes ativos no mercado magistral podem ser prescritos para a prevenção da canície capilar. Um deles é o melão-cantalupo, que apresenta alta concentração de SOD, catalase e glutationa peroxidase, antioxidantes enzimáticos que contribuem para redução do radical hidroxila nos folículos. Os efeitos sinérgicos dos antioxidantes presentes no ativo inibem o estresse oxidativo que gera a inibição da melanogênese do fio capilar.

A nutrição integrada com a prescrição de fórmulas magistrais, uso de nutracêuticos e adequação alimentar são parte essencial dos cuidados preventivos para o envelhecimento capilar!

 

REFERÊNCIAS

 

FAVARETTO, G.; CAMPOS, P. Influence of an Oral Supplementation Based on Orthosilicic Acid Choline-Stabilized on Skin, Hair and Nails: A Clinical Study with Objective Approach. Clin Pharmacol Biopharm, v. 5, p.160, 2016.

FERREIRA DA SILVA, T.; BARRETTO PENNA, A. L. Colágeno: Características químicas e propriedades funcionais. Rev. Inst. Adolfo Lutz (Impr.), São Paulo, v. 71, n. 3, 2012.

IPSOS. Pesquisa, Ciência e Tecnologia Revolucionária – entendendo as causas e o processo de envelhecimento do cabelo. Disponível em: < https://ketchumdigital.com.br/arquivos/clientes/pg/pantene/release-pantene-expert.pdf>. Acesso em: 15 ago. 2019.

TRÜEB, R. The impact of oxidative stress on hair. International Journal of Cosmetic Science, v. 37. Suppl. 2, p. 25-30, 2015.

CARILLON, J. et al. DietarySupplementationwith a SuperoxideDismutase-MelonConcentrateReduces Stress, Physicaland Mental Fatigue in Healthy People: A Randomised, Double-Blind, Placebo-ControlledTrial. Nutrients, v. 6, n. 6, p.2348-2359, 19 jun. 2014.