A saúde da mulher sofre influências fisiológicas, metabólicas e hormonais em todas as suas fases da vida. A cada ano, condições clínicas específicas, sejam mentais ou físicas, atingem esse público que necessita de cuidados e manejos específicos na rotina, principalmente associado à nutrição e alimentação integrada.

Saúde da mulher e a mente: a depressão atinge mais esse público?

Com número crescente de transtornos de saúde mental nos últimos anos, as pesquisas têm demonstrado uma alta prevalência de depressão e ansiedade nas mulheres. Desde 2010, os estudos científicos mostram que a depressão maior atinge o público feminino por algumas razões: os gatilhos parecem ser diferentes, principalmente por conta dos mecanismos no período pré-menstrual, depressão pós-parto, ansiedade pós-menopausa, associadas a alterações nos hormônios ovarianos que podem contribuir para o aumento da prevalência em mulheres.

A psiquiatria nutricional na mulher

Um ramo crescente na área, a psiquiatria nutricional vem se tornando um apoio ao tratamento complementar de transtornos mentais, associado a terapias farmacológicas. Com a descoberta da inflamação como processo envolvido nas doenças do sistema nervoso central, a influência de fatores dietéticos para reduzir esse quadro inflamatório e auxiliar na regulação da saúde mental é evidente, tendo em vista o poder anti-inflamatório que determinados nutrientes e compostos ativos apresentam no organismo.

A psiquiatria nutricional começou a ser vinculada a esse tratamento por meio da descoberta de que a deficiência de vitaminas e minerais poderia levar ao desequilíbrio nutricional e realçar modelos de depressão, ansiedade, transtornos de humor e transtornos do neurodesenvolvimento. Pensando no ritmo de vida da mulher e todas as suas alterações fisiológicas que potencializam o risco de depressão, entender as terapias neurocognitivas que envolvem a alimentação é essencial para auxiliar na prevenção dessas desordens mentais nesse público.

 

 

Depressão pré-menstrual e outros sintomas que interferem na saúde da mulher.

A síndrome ou tensão pré-menstrual (TPM) é caracterizada por manifestações somáticas e psicológicas significativas durante a fase lútea do ciclo menstrual. Ela está presente em quase 50% a 80% das mulheres em idade reprodutiva, sendo que cerca de 20% destas apresentam sintomas graves que podem comprometer suas atividades diárias. Os sintomas da TPM incluem alterações no apetite, ganho de peso, dor nas costas, lombalgia, dor de cabeça, inchaço e sensibilidade dos seios, além de transtornos de humor e síndromes depressivas.

Os estudos da biologia molecular mostram que a diminuição do estrogênio nessa fase da vida da mulher estimula o hipotálamo a liberar norepinefrina, o que desencadeia um declínio na acetilcolina, dopamina e serotonina levando à insônia, fadiga e depressão feminina. Sendo assim, traçar condutas dietéticas específicas e integradas para auxiliar nos sintomas, incluindo os mentais, é essencial na rotina do nutricionista focado na saúde da mulher.

Módulo Saúde da mulher do MBNE 2022

Da psiquiatria nutricional no manejo da depressão, até a modulação dos sinais e sintomas da tensão pré-menstrual (TPM). Quais as estratégias nutricionais personalizadas mais assertivas para manter a saúde mental e ajudar no ciclo menstrual da mulher? Esses são tópicos discutidos no Módulo Saúde da Mulher, com as nutricionistas Dra. Roberta Carbonari e Dra. Andreia Nishiyamamoto..

O 7º MBNE acontecerá nos dias 13 e 14 de maio, em São Paulo, e receberá os maiores palestrantes da nutrição estética no país, além das principais marcas de suplementos, nutracêuticos e superfoods durante a Nutri Beauty Expo.

Clique aqui e saiba mais sobre o MBNE 2022.

REFERÊNCIAS

ADAN RAH. et al. Nutritional psychiatry: Towards improving mental health by what you eat. Eur Neuropsychopharmacol., v. 26, n. 12, p. 1321-1332, dec. 2019.

GROSSO, G. Nutritional Psychiatry: How Diet Affects Brain through Gut Microbiota. Nutrients, v. 13,, n. 4, apr. 2021.

BRANDT, J. Diet in Brain Health and Neurological Disorders: Risk Factors and Treatments. Brain sciences, v. 9, n. 9, 2018.

GUDIPALLY PR, Sharma GK. Síndrome pré-menstrual. [Atualizado em 14 de novembro de 2021]. In: StatPearls [Internet]. Ilha do Tesouro (FL): Publicação StatPearls; 2022 janeiro-. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK560698/