Recentemente, uma pesquisa do Euromonitor International – The top 10 consumer trends for 2017 – apresentou as principais tendências que influenciaram o cenário de consumo em 2017. Ficou evidente, segundo essa pesquisa, que os consumidores estão mais exigentes quanto a produtos, serviços e marcas de qualidade e segurança, usando ferramentas digitais para satisfazer suas vontades e necessidades. Já a pesquisa da MarketsandMarkets, para o mercado de nutracêuticos, nutricosméticos e suplementos, em 2018, indica 7,2% como estimativa de crescimento, com forte investimento em produtos da categoria.

A Whole Foods Market, conhecida por comercializar produtos naturais, também, publicou uma relação de inovações nutricionais para alimentação em 2018, indicando sugestões de produtos, conceitos e ingredientes considerados tendências de interesse dos consumidores. Pensando nisso, a E4 Agência, empresa idealizadora de um dos maiores eventos de nutrição estética do país, o Meeting Brasileiro de Nutrição Estética, acredita e apresenta em seu evento lançamentos e novidades em suplementos, nutracêuticos e alimentos que são tendências na nutrição estética.

1. Probióticos

Como forte tendência de 2018, probióticos e alimentos fermentados ricos em probióticos serão alvo da dieta, como kefir, kombucha, miso, chucrute e suplementos probióticos manipulados. O intestino é uma prioridade cada vez mais adotada em atendimento nutricional estético devido à sua influência na modulação da inflamação – condição associada a desordens estéticas, como dermatites, celulite, acne entre outras. Veículos de prescrição desses micro-organismos têm sido cada vez mais estudados, como no caso da pesquisa da USP, que apresentou chocolates como fonte de probióticos.

2. Proteínas e aminoácidos

Ao pensar em estética corporal, as proteínas vegetais são excelentes opções. Além de serem hipoalergênicas e possuírem alta biodisponibilidade, contribuem para o aumento da saciedade e prevenção da sarcopenia relacionada ao aumento da longevidade. Já os aminoácidos combinados essenciais ou isolados são inovações no mercado por sua alta disponibilidade e eficácia na modelação muscular quando associados ao esporte.

3. Superfoods em forma de pó/nutracêuticos

Superfoods em pó/nutracêuticos, como cúrcuma, matchá, cacau e maca peruana, são alguns exemplos dos mais escolhidos para compor receitas em sua forma em pó e formulações magistrais a fim de otimizar resultados estéticos do paciente, assim, promovendo o aumento da longevidade celular.

4. Interesse pela origem dos alimentos e suplementos

A procura por certificações de garantia assim como a leitura dos rótulos e avaliação da lista de ingredientes dos produtos no mercado serão atitudes de grande tendência. Os consumidores buscarão conhecer, a fundo, a origem do produto escolhido com o intuito de fazer escolhas mais saudáveis e sustentáveis.

5. Snacks saudáveis

Os snacks que as pessoas tanto apreciam não serão mais feitos à base de ingredientes prejudiciais à saúde, como farinhas e gordura trans. Legumes, frutas e verduras desidratados por processos de liofilização ganharão proeminência na formulação de produtos, o que permite a preservação de nutrientes e compostos bioativos dos alimentos.

Referências
FORBES. Food Trends That Will Shape. 2018. Disponível em: <https://www.forbes.com/sites/phillempert/2017/12/13/10-food-trends-that-will-shape-2018/#1cc250a84104>. Acesso em 23 jan. 2018.

MARKETSANDMARKETS. Disponível em: <https://www.marketsandmarkets.com/Market-Reports/nutraceutical-ingredient-market-1319.html>. Acesso em 26 fev. 2018.

WHOLE FOODS. Whole Foods Market reveals top food trends for 2018. Disponível em: <http://media.wholefoodsmarket.com/news/whole-foods-market-reveals-top-food-trends-for-2018>. Acesso em: 23 jan. 2018.