De acordo com o relatório de “Mercado de Ingredientes Nutracêuticos por Tipo – Previsão Global 2023”, divulgado pela MarketsandMarkets, estima-se que o mercado de nutracêuticos, em 2018, seja de US$34,06 bilhões e que poderá, ainda, atingir US$49,02 bilhões até 2023. Já em termos de volume, o mercado deverá atingir 3.027,1 toneladas em 2023. Segundo dados do Sebrae, apesar da crise econômica e política que atravessa o Brasil, este mercado não foi afetado quanto ao comércio de produtos nessa categoria.

As empresas de ingredientes nutracêuticos estão continuamente envolvidas na expansão de seus negócios, principalmente, com foco em prescritores, como os nutricionistas.

Pesquisa E4 2017

Entre os nutricionistas que compareceram ao 4º Meeting Brasileiro de Nutrição Estética, em uma pesquisa exclusiva realizada, em 2017, pela E4 Agência, 38% informaram que prescrevem whey protein para seus pacientes, seguindo de 29% para a prescrição de colágeno, 18% para ômega-3 e 3% para probióticos. Também, foram citados vitamina C, fitoterápicos e glutamina.

Whey protein – Proteína do soro do leite, é mais prescrito entre as nutricionistas, não está mais associado somente ao aumento do desempenho esportivo, mas, sim, à definição muscular, à prevenção e ao tratamento da sarcopenia – condição fortemente associada com a longevidade. Aumento da saciedade, podendo ser usado como uma opção altamente nutritiva em lanches intermediários, acrescentado em receitas e pós-treino.

Colágeno – Suplemento com grande crescimento no mercado, principalmente o hidrolisado e os peptídeos bioativos de colágeno, que contribuem para o aumento da elasticidade, hidratação e firmeza da pele. Estudos também mostram sua eficácia na saúde das articulações, sendo considerado um importante suplemento para o aumento da longevidade. 

Ômega-3 – Conhecido principalmente por sua ação na promoção da saúde cardiovascular, mostra-se um nutriente eficaz na prevenção e no tratamento das desordens estéticas, como celulite, dermatites e cicatrização de cirurgias estéticas por sua ação anti-inflamatória.

Probióticos – Suplementos alimentares à base de micro-organismos vivos que promovem o equilíbrio da microbiota intestinal, que influência de forma positiva na saúde da pele. Estudos têm demonstrado sua ação no tratamento de dermatites.

Crescendo mais a cada ano

O mercado ainda promete crescimento em novos suplementos, como proteína vegetal, que é livre de substâncias alergênicas e fonte de fibras, opção saudável para vegetarianos e aqueles que buscam mais saúde por meio dos suplementos. Os superfoods – termo utilizado para descrever alimentos que contenham alta densidade nutritiva – também são destaque em crescimento, como cacau, quinoa, romã, brócolis, linhaça, frutas vermelhas, entre outros, por conterem compostos bioativos que promovem a nutrição e beleza.

Nutrição Magistral Estética

A nutrição magistral é um conceito inovador desenvolvido para ampliar a prescrição clínica com a manipulação de fórmulas personalizadas, ela é destinada para o tratamento e a prevenção de desordens estéticas, bem como para o equilíbrio nutricional do organismo. Dentre os principais ativos prescritos para tratar desordens estéticas, destacam-se os relacionados ao gerenciamento de peso – extrato de laranja-moro e Cynara cardunculus L. var. altilis –, à melhora do quadro da celulite – melão-cantalupo e Hidroxitirosol, à hidratação, redução de rugas e linhas de expressões e ao crescimento e fortalecimento capilar – silício orgânico, peptídeos bioativos de colágeno. Os nutracêuticos com ações antioxidante e anti-inflamatória, como cranberry, chá-verde, capsaicina, spirulina, uvas roxas e micronutrientes, como zinco, biotina, selênio e vitamina E, também têm ganhado destaque nas fórmulas personalizadas.

REFERÊNCIAS

Disponível em: < https://www.marketsandmarkets.com/Market-Reports/nutraceutical-ingredient-market-1319.html>. Acesso em 26 fev. 2018.

MORAES, F. P.; COLLA, L. M. Alimentos funcionais e nutracêuticos: definições, legislação e benefícios à saúde. Revista Eletrônica de Farmácia, v. 3, n. 2, p. 109-122, 2006.

ANUNCIATO, T. Nutricosméticos. Disponível em: <file:///C:/Users/estagiario-04/Downloads/ANUNCIATO_TP%20(1).pdf>. Acesso em: 26 fev. 2018.