Medicina Ayurveda na promoção da beleza e saúde estética   

Originada na Índia, a medicina Ayurveda é uma das mais antigas tradições holísticas com foco, principalmente, na saúde personalizada. Ayurveda é comumente referida como “ciência da vida” porque o significado sânscrito de Ayu é vida e Veda é ciência ou conhecimento. A vida em Ayurveda é concebida como a união do corpo, dos sentidos, da mente e do espírito.

O conceito de saúde e bem-estar (swastha), na Ayurveda, apoia-se na ideia de promover o funcionamento equilibrado e normal dos doshas (Pitta, Kapha e Vata), ou seja, devolver o equilíbrio à prakruti quando ocorrerem estados de desequilíbrio constitucional (vikruti). O funcionamento ideal de cada dosha no corpo cria uma condição homeostática que conduz à saúde e ao bem-estar globais. O Ayurveda encara a saúde como um estado abrangente de equilíbrio físico, mental e espiritual que inclui a qualidade, a quantidade e o funcionamento ideais dos doshas, dhatus (tecidos), srotas (canais), malas (produtos residuais), agni (fogo digestivo) e ojas (sistema imunológico).

A doença é enfrentada como um estado de desequilíbrio (vyadhi) de dimensões em todos os níveis ‒ físico, mental e espiritual‒, que, quando integrados, compõem toda a pessoa. A desordens estéticas na Ayurveda são vistas como um desequilíbrio da saúde que pode ser prevenido e/ou tratado.

Na Ayurveda, tudo está interligado, então, para ter uma pele saudável, é preciso manter uma dieta adequada para o equilíbrio dos doshas, assim, refletindo bem-estar e vitalidade nas funções normais do organismo e no estado de saúde da pele. A pele é o termômetro de saúde e a chave da constituição ayurvédica. Isso pode ser compreendido pelo tipo de pele que se tem. Uma pele com predominância de Vata é seca, rugosa, fria, fina e com poros finos. Na constituição Pitta, a pele é delicada, clara ou vermelha, com sardas, verrugas, acne e queima-se muito facilmente. Se a constituição é Kapha, a pele é oleosa, macia, úmida e com tendência a poros abertos. Se a pele não for cuidada apropriadamente, ela sofrerá envelhecimento precoce e tornar-se-á manchada.

Alguns cuidados diários de tratamento para pele, por exemplo, são os óleos essenciais, as massagens ayurvédicas, em que é possível nutrir os tecidos corporais, no equilíbrio dos doshas, na diminuição da tensão e do estresse, além de proporcionar uma ação rejuvenescedora e pacificadora e a utilização de cosméticos ayurvédicos, que, na sua maioria, unem nutrientes específicos para eliminação de toxinas, limpeza profunda e hidratação da pele.

A beleza estética é vista de forma diferente à doOcidente, onde se julga normalmente a aparência do corpo, dos cabelos, das unhas e da textura da pele, já, para Ayurveda, a beleza inclui postura, movimentos, qualidades sutis, vitalidade e jeito de ser.

 

REFERÊNCIAS

PATWARDHAN, B. Bridging Ayurveda com abordagens científicas baseadas em evidências em medicina. O EPMA Journal v. 5, n. 1, p. 19, 2014.

RASTOGI, S. Construindo pontes entre Ayurveda e Ciências modernas. International Journal of Ayurveda Research, v. 1, n. 1, p. 41-46, 2010.

RASTOGI, S. Ayurveda para cuidados de saúde abrangentes. Indian Journal of Medical Ethics, [Sl], v. 6, n. 2, p. 101, 2016.

NINIVAGGI, F. Saúde Integral com Medicina Ayurvédica: o guia completo para os ocidentais da mais tradicional escola da medicina indiana. São Paulo: Pensamento, 2015.

Disponível em: <http://www.namu.com.br/artigos/ayurveda-e-beleza-natural>. Acesso em 05 mar. 2018.